Como escrever um laudo neuropsicológico?

R$107,00

Calcular Frete
Forma de Envio Custo Estimado Entrega Estimada

Descrição

Como escrever um laudo neuropsicológico? é uma pergunta frequentemente feita por profissionais e aprendizes na área da Neuropsicologia. Este livro é apresentado em formato de guia, com exemplos práticos para a escrita de laudos neuropsicológicos em diferentes contextos de atuação: escolar, hospitalar, de envelhecimento e forense. Além disso, as autoras descrevem orientações detalhadas sobre como tomar decisões clínicas, a formação do profissional, o uso da psicometria, análises qualitativas e técnicas para raciocínio e fechamento de casos na abordagem neuropsicológica. A elaboração de relatórios é um dos principais desafios para o neuropsicólogo clínico, afinal de contas, é neste momento que todo o processo de investigação será sintetizado. Conclusões sobre diagnóstico, conduta e até mesmo decisões forenses serão influenciadas pelas afirmações constantes em um laudo. Este livro traz reflexões importantes para o neuropsicólogo brasileiro a respeito das melhores formas de apresentar os resultados, um tema pouco discutido em termos práticos. Ao longo dos capítulos, organizados para abordar as situações mais comuns em que há solicitação de uma avaliação neuropsicológica, o leitor tem a oportunidade de confrontar extratos de relatórios inadequados e releituras dos mesmos, tornando-os mais técnicos e mais claros. O livro inaugura a coleção Neuropsicologia na Prática Clínica.

 

Editora Pearson Clinical Brasil
Ano de publicação: 2016
1ª Edição
Editor: Leandro F. Malloy-Diniz e Paulo Mattos
Organizador: Leandro F. Malloy-Diniz e Paulo Mattos
Autor: Nicolle Zimmermann, Renata Kochhann, Hosana Alves Gonçalves e Rochele Paz Fonseca
ISBN: 978-85-8040-750-1
Coleção Neuropsicologia na Prática Clínica
244 páginas

 

Capítulos:

1. Fundamentos teóricos e metodológicos essenciais do raciocínio clínico neurocognitivo e da consequente elaboração de um laudo neuropsicológico;

2. Estrutura geral dos laudos neuropsicológicos: seções e exemplos de escrita;

3. Particularidades do laudo no contexto escolar e da clínica infantil e adolescente;

4. Particularidades do laudo neuropsicológico de avaliação de adultos idosos;

5. Laudo neuropsicológico no contexto hospitalar;

6. Laudo neuropsicológico forense;

Sumário e Conclusões;

Considerações finais e perspectivas acerca da redação de laudos neuropsicológicos.

Informação adicional

Peso 0.320 kg
Dimensões 15 × 21 × 3 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Como escrever um laudo neuropsicológico?”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *